Lagoas e cascatas de cortar a respiração próximas de Aveiro

Lagoas e cascatas de cortar a respiração próximas de Aveiro

No distrito de Aveiro existem segredos bem guardados sob a forma de pequenos tesouros na natureza. Neste artigo, damos a conhecer-te algumas das cascatas e lagoas mais bonitas e imponentes que te motivarão a explorares de uma ponta à outra o nosso território em busca destes maravilhosos tesouros naturais.

 

Cascata da Cabreia, Sever do Vouga

Situada na freguesia de Silva Escura, onde abundam imensos cursos hídricos, surge a Cascata da Cabreia, onde as águas do Rio Mau ganham velocidade e força antes de se despenharem por uma rochosa encosta.
Indubitavelmente bela e relaxante, a Cascata da Cabreia consegue oferecer ao seu visitante de tudo um pouco: a frescura provocada pela queda de água na bacia fluvial, a vegetação densa e ordenada pela intervenção a que foi sujeita através de um projeto de revitalização, os recantos convidativos a sentimentos mais românticos, as mesas e bancos de apoio vindos ao encontro de quem quer associar ao descanso e gosto gastronómico.

 

 

Frecha da Mizarela, Arouca

A Cascata da Frecha da Mizarela, ou simplesmente Frecha da Mizarela, é uma queda de água localizada na Serra da Freita, próxima da povoação de Albergaria da Serra, concelho de Arouca.
Esta cascata localiza-se em pleno rochedo granítico do planalto da Serra da Freita, a uma altitude de cerca de 97 metros. É alimentada pelas águas do rio Caima e apresenta uma altura que ronda os 75 metros, sendo considerada uma das mais altas da Europa.

 

  Lagoa da Ribeira de Palhais, Drave - Arouca | Imagem: blog 'Viajar entre Viagens'

As lagoas de Drave resultam da confluência de duas ribeiras: a ribeira de Palhais, que nasce nas imediações do Portal do Inferno, a nordeste de Drave; e a ribeira da Bouça, que vem do alto da Arada, a este de Drave. As lagoas constituem uma série de poços escavados na rocha que se podem descobrir ao longo da ribeira de Palhais (também chamado de rio da Drave) até ao rio Paivô, numa paisagem soberba pautada por grandes desníveis onde o xisto domina.

 

 Pateira de Fermentelos, Águeda

 A Pateira, o ex-líbris natural do concelho de Águeda, é uma importante zona húmida de interesse nacional e internacional, que encontra-se classificada como Zona RAMSAR, REDE NATURA 2000 (Zona de Proteção Especial e Sítio de Importância Comunitária da Ria de Aveiro). Nesta lagoa, ocorrem habitats, ecossistemas e espécies com estatuto de proteção nacional e internacional. Local muito procurado para observação de aves, pesca desportiva, fotografia de natureza, desporto e atividades ao ar livre, onde ganha destaque o pedestrianismo.

 

Cascata do Poço do Linho, Vale de Cambra

Junto à ponte que liga os lugares de Paraduça e Ervedoso, ambos pertencentes a Vale de Cambra, esta queda de água assume o nome de cascata do Poço do Linho alegadamente porque, em tempos passados, as mulheres lavavam o linho no poço que ali se forma. A queda de água principal, com cerca de 8 metros de desnível, é secundada por outras quedas de menor dimensão, galgando um importante desnível desde o planalto da Freita até ao desaguar no rio Teixeira.


2 comentários

  • Magia

    Tudo lindo so nao falou como chegar em cada cachoeira

  • Meiry Silva

    Estou completamente encantada e surpresa, nunca imaginei que nosso maravilhoso Aveiro pudesse ter lugares tão encantadores. Tenho que conhecer. Tudo lindo.

Deixa um comentário

Tem em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos